The Walking Dead e Da Vinci’s Demons na Comic Con Portugal

Após o lançamento oficial do website oficial do eventos, nos ter trazido as primeiras novidades (concretas) sobre a Comic Con Portugal, surgem agora primeiros nomes relativos a séries de TV que vão estar presentes em Matosinhos.

O canal Fox (que é um dos media partners do evento) anunciou ontem, 17 de Julho, no seu site a presença das séries “The Walking Dead”, “Da Vinci Demon’s” – duas das séries mais populares do canal televisivo – e “Wayward Pines” no evento.
“The Walking Dead” era quase um presença obrigatória no evento, a série televisiva tem sido um sucesso quer nos EUA, quer em Portugal, assim como a série de BD que lhe deu origem é um dos sucessos de vendas nos EUA, apesar de ser um edição “independente”, a preto e branco e com zombies em vez dos populares super-heróis.

“Da Vinci’s Demons” é uma série que conta a história “secreta” de Leonardo Da Vinci, narrando as suas aventuras na Florença renascentista, onde o multi-facetado artista se encontra envolvido nas intrigas politicas das familias Medici e Pazzi. A série escrita e realizada por David S. Goyer (“Batman”, “Homem de Aço”) tem como protagonista Tom Riley.

“Wayward Pines” é uma das grnades aposta da Fox para 2015, a série é um thriller criado pelo aclamado realizador M. Night Shyamalan (“Sinais”,“O Sexto Sentido”, “A Vila”) que tem como protagonista Matt Dillon, o elenco da série inclui ainda Melissa Leo, Toby Jones, Terrence Howard e Juliette Lewis.

A Fox, só não anunciou é como será a presença destas séries que irão estar em destaque na Comic Con Portugal, sendo havendo só a indicação de que “encontra-se a planear a presença destas” séries no evento. Fica a dúvida se nesses planos está incluído, ou não, a presença de elementos do elenco das séries já referidas.

Uma dúvida (pessoal) com que eu fiquei é se o destaque que a Fox vai dar a “The Walking Dead”, na Comic Con
Portugal, vai ser aproveitada pela Devir, que edita a BD em Portugal, para trazer cá os autores da mesma, até porque Robert Kirkman – o argumentista e criador da BD – é um dos produtores e argumentistas da série televisiva.

Autor, editor, procrastinador profissional e irresponsável mor.

4 Comments

  1. O Comic Con é, portanto, um “mega evento de cultura POP”.
    É sempre bom aparecer alguém capaz de explicar estes novos conceitos. Pela minha parte, confesso a minha profunda ignorância em saber o que é um mega evento de cultura POP. Se se chamasse Pop in Rio, era mais fácil de perceber a coisa…
    Tenho especial dificuldade em compreender porque é que a BD é “cultura POP”. Até percebo que isso dê jeito para a juntar a outras coisas que a organização decida que também são mega ou pop, ou megapop (as séries televisivas da Fox são megapop, mas as novelas da TVI já não?), mas não deixa de ser uma aparente misturada. Começamos assim, e acabamos a criticar revistas Disney à conta do comportamento de empregados de parques de diversões.
    Enfim, fico à espera de mais desenvolvimentos, e faço votos para que, no final, isto não resulte num mega evento pop com uma micro representação de banda desenhada.

    1. Evento Pop: BD, anime, manga, ficção científica e terror – seja TV ou cinema, e videojogos.

      Basicamente, cultura geek ou nerd, uma série de coisas que eram uma cultura de nichos e que nos EUA foram encontrando um local onde eram bem acolhido nas Comicons, por o publico de BD também consumir esse género de filmes e séries de TV. Até que que a parte de TV/Cinema ameaça eclipsar a BD na Comic-con original de San Diego.

      Pelo que já tenho conhecimento das informações disponíveis, creio que é óbvio que o foco principal é a parte de cinema/TV e é isso que se vê as pessoas a pedirem na página de Facebook do evento – 14 mil fans – sem nunca ter existido um evento.

      A Comic Con Portugal é uma feira de BD, TV, Cinema, Videojogos e Cosplay. Parece-me que é essa a definição de Evento POP.

Deixar uma resposta

Show Buttons
Hide Buttons