PPBD 2015 no congelador

Após duas edições os Prémios Profissionais de BD de 2015 estão "suspenso" por tempo indefinido. Os motivos foram indicado por Mário Freitas, co-organizador dos PPBD, em comunicado divulgado em Maio.
PPBD 2016 – o esqueleto (até agora) no armário.

Caríssimos,

Como certamente terão reparado, não foi feita ainda qualquer menção à edição deste ano dos Prémios Profisisonais de BD. Sem mais rodeios, comunico desde já que não é certo que haja PPBD este ano. Os moldes regulamentares das duas primeiras edições funcionaram perfeitamente, apesar de certas polémicas desgastantes, e a visão que havia para estes Prémios continua a parecer-me a mais adequada. Porém, nunca conseguimos “o salto”; algo que distinguisse verdadeiramente os PPBD dos restantes prémios que existem em Portugal, nomeadamente ao nível da pós-premiação. A compensação, publicação e reconhecimento além fronteiras dos autores e álbuns vencedores nunca surgiu, fruto de apoios prometidos que depois caíram. Para fazer apenas ligeiramente melhor que os outros, e pela minha parte, não vale a pena continuar.

Surgem duas opções em cima da mesa: a constituição de uma associação com capacidade e força negocial perante as instituições ou lobbies estatais; ou o surgimento de um patrocinador em regime de mecenato que possa associar os PPBD a um evento de larga dimensão. Se tal for conseguido, os PPBD erguer-se-ão, talvez ainda este ano. Se tal não for possível – e, repito, pela minha parte – talvez seja melhor deixar “cair” o projecto, reconhecendo o falhanço de alguns objectivos primordiais, mas ficando com a consiciência absolutamente tranquila que tudo fizemos, de forma séria e transparente, para a divulgação da BD de qualidade produzida em Portugal por autores portugueses.

Até já ou até um dia destes, porque os ideais e as visões transformadoras nunca morrem.

Foi deste modo que Mário Freitas, co-organizador dos Prémios Profissionais de BD, comunicou em Maio a “suspensão”, por tempo indefinido,  dos PPBD após duas edições.

Tags from the story
, ,
Written By
More from Bruno Campos

AmadoraBD: Sérgio Godinho é relevante?

Eu sei que a resposta é evidente, mas existiu alguém que se...
Read More

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *