Os Trinta Anos de Dylan Dog

Dylan Dog, um dos personagens clássicos do fumetti, celebrou no passado dia 26 de setembro 30 anos de edição, com iniciativas dedicadas aos fãs italianos.

Trinta Anos de Old Boy

Celebrando os trinta anos desta personagem de culto, a Editora Bonelli organizou uma série de eventos para comemorar a sua longevidade, com documentários televisivos, um espaço imersivo dedicado ao Old Boy, como é carinhosamente apelidado, no salão de banda desenhada em Lucca, e um Horror Day em Milão, que entre projecções de cinema e revelação de capas e pranchas das próximas edições, juntou os fãs da personagem numa zombie walk pelas ruas da cidade.

Personagem estabelecido da casa Bonelli, Dylan Dog foca-se em temas paranormais, trazendo todos os meses aos leitores italianos histórias de terror e fantástico. Detective, antigo alcoólico e ex-membro da Scotland Yard com uma certa sensibilidade para o além, vê-se recorrentemente envolvido em casos sobrenaturais. Solitário, vivendo com o seu assistente Groucho numa casa decorada com relíquias dos seus casos de investigação, amante de clarinete, ainda não conseguiu terminar o modelo de um galeão que lhe ocupa a secretária. Nas suas histórias cruza-se frequentemente com mulheres que, inevitavelmente, saem da sua vida deixando-o com a memória de intensos romances. O que distingue Dylan Dog de outras séries do género é o seu carácter atípico. Dylan não é especialmente interventivo, funcionando mais como um atractor do sobrenatural do que um combatente das criaturas que aterrorizam na escuridão.

Um Fugaz Regresso de Tiziano Sclavi

Dylan Dog
Capa do número 362 de Dylan Dog.

A surpresa mais aguardada pelos é o regresso de Tiziano Sclavi como argumentista, com a história Dopo un lugo silenzio, editada em Itália no passado dia 28 de outubro. O título, alusivo à aventura do detective dos pesadelos, é também um piscar de olhos à longa ausência do romancista e argumentista que criou Dylan Dog, assinando durante anos as suas histórias mensais. Uma edição especial, com o criador a regressar, fugazmente, ao seu personagem mais influente.

Dylan Dog
Pranchas de Dopo un Lungo Silenzio.
Dylan Dog
Pranchas de Dopo un Lungo Silenzio.
Dylan Dog
Pranchas de Dopo un Lungo Silenzio.

Sclavi ter-se-á inspirado no personagem Francesco Dellamore, do seu romance Dellamorte Dellamore, para criar Dylan Dog, apesar das diferenças profundas entre o romance e a série. Como responsável pelas suas aventuras, legou histórias que misturavam a aventura com uma profunda sensibilidade e homenagem à tradição do horror na literatura e cinema. Os seus sucessores mantiveram o registo da série, garantindo a sua  continuidade e longevidade em Itália, entre a edição regular e série de culto.

Esta efeméride por cá passou despercebida, à excepção de um artigo de João Lameiras no seu blog Por um Punhado de Imagens, que além de assinalar o aniversário de Dylan Dog, deixou a promessa de lhe dedicar um artigo no próximo número da revista Bang!. Muito provavelmente, será o primeiro texto português dedicado a este personagem magistral de uma editora que, para o público português, é apenas conhecida pelos westerns de Tex e o policial de Julia.

Tags from the story
, ,
Written By
More from Artur Coelho

Programa do Fórum Fantástico 2017

Fiéis à promessa feita na sessão de apresentação, Rogério Ribeiro e João...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *