O lançamento de Living Will 3

Foi ontem apresentado no fórum Luís de Camões, na Brandoa, o terceiro capítulo de Living Will, de André Oliveira e Joana Afonso. A apresentação, integrada na programação do 25º AmadoraBD, teve a presença dos autores e moderação de Pedro Moura.

Depois de uma breve apresentação, em que revisitaram os dois capítulos anteriores e as razões que levaram a que fosse escolhido este formato de edição – dois volumes de 16 páginas por ano – André considera que dada a natureza do tema e a própria evolução de Will, “faz sentido que seja fragmentado”.

Embora com maior desenvoltura verbal por parte do argumentista na apresentação, André explica que o trabalho em conjunto com Joana em Living Will é algo que surge de forma natural, e exemplifica: “faço storyboards para me guiar enquanto escrevo, mas nem sempre os mostro “ aos desenhadores. No entanto, os layouts iniciais de Joana Afonso eram muito semelhantes a estes. Joana reitera o trabalho em conjunto numa obra onde a presença de “metáforas visuais [é discutida] em conjunto”, como é caso da queda de Will no primeiro volume. “No total, é 50-50”, remata.

De esperar uma vertente mais negra da personagem, onde André chamou a atenção para “um número mais duro” e com um pouco de si. “Tem muita coisa minha”, afirma André, “a vida nunca nos corre como esperado”.

Fazendo um balanço dos dois primeiros números, o argumentista refere que a série está a ser vendida em Londres, tem tido um boa recepção “as vendas têm sido suficientes para fazer os próximos números” ficando, assim, a faltar quatro capítulos, quatro pontas soltas para o velho Will resolver.

Quanto ao futuro, Joana irá novamente marcar presença no auditório do AmadoraBD no próximo fim-de-semana com a apresentação do livro “Deixa-me Entrar” (Polvo), que escreveu e desenhou. Já André Oliveira será um dos autores de Crumbs, uma “mini-antologia” de autores portugueses em língua inglesa, a ser publicada pela Kingpin Books.

Ambas os autores estão presentes hoje, dia 26 de Outubro, às 16 na apresentação do The Lisbon Studios que também será apresentado or Pedro Moura.

Written By
More from Sara Pereira

Ideia Fixa: Sara-a-Dias foi trocada à nascença?

A minha mãe achava que eu tinha sido trocada. Melhor, achava que...
Read More

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *