O fim do CNBDI por José Ruy

Há boatos (e desejo que não passem disso) de quererem integrar o espólio do CNBDI na Biblioteca Municipal, sem condições para o receber nem manter, pois não é essa a sua especificidade pondo assim em risco o ambicioso projeto do Centro, alicerçado durante tantos anos e com tanto trabalho investido. Será que iremos assistir à destruição desta obra por mão desqualificada de alguém (desconheço de quem se trata) que ignora e despreza o verdadeiro valor ali reunido?

Era deste modo que em Setembro de 2013 José Ruy abordava os rumores sobre o fim do CNBDI, agora que os rumores se concretizaram e o espólio foi incluído na recém-inaugurada Bedeteca da Amadora. O veterano autor recuperou esse texto, no Kuentro, adicionando a prespectiva que entretanto adquiriu da visita ao “novo” equipamento da Câmara Municipal da Amadora.

O espaço desta Bedeteca foi, quanto a mim, inteligentemente estudado e muito bem conseguido. Tem ótimas condições não só de leitura como também da possibilidade de expor material e proporcionar eventos, como o lançamento de livros. Para os mais pequenos tem um recanto «do Conto» e uma instalação condigna para «Fanzines». Tem já a notável doação de mais de 2000 fanzines doados pelo Geraldes lino, num local com possibilidade de fazer projeções, em casos pontuais, e que recebeu o nome deste nosso estimado amigo.

Além disso todo o espaço é versátil, podendo em qualquer altura transformar-se em sala de audiência, como no primeiro lançamento ali realizado do meu livro «O Juiz de Soajo» assinalando a segunda edição, 19 anos depois da primeira.

Vão-se aperfeiçoando arestas com a experiência do dia-a-dia e compete a todos nós, profissionais de BD, acarinhar e ajudar a melhorar todo esse espaço, afinal de contas a nós dedicado.

José Ruy é um dos autores que dou originais para o espólio do CNBI, agora é parte da Bedeteca da Amadora. O autor propõe a manuntenção da sigla CBDI, passando a significar «Casa da Banda desenhada e Imagem», uma vez que para José Ruy, este “espaço e pelo acervo que contém é mesmo a Casa da Banda Desenhada”.

[Via Kuentro]

Written By
More from Bruno Campos

Apocryphus Volume 2 no Fórum Fantástico

Um ano após a sua apresentação a antologia Apocryphus regressa ao local...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *