The Lisbon Studio

O começo da festa dos 25 anos do AmadoraBD – Actualizado

Hoje, sexta-feira 24 de Outubro o AmadoraBD 2014 abre as portas às 21 horas, com entrada gratuita, e durante este fim-de-semana existem múltiplas actividades com a presença de diversos autores.

No sábado é o lançamento do 3º número de Living Will de André Oliveira e Joana Afonso às 16 horas e 30 minutos depois o lançamento Sepultura dos Pais de David Soares e André Coelho.
No domingo temos a apresentação do TLS (The Lisbon Studio) e das Webmags a cargo de Pedro Moura e incluindo diverso autores deste colectivo que inclui alguns do nomes mais premiados da BD nacional, para além de alguns autores que trabalham para editoras no estrangeiro, incluíndo a Marvel. Será também o lançamento do último número da webmag, às 16 horas.

Às 17 horas teremos a apresentação de Portugal 2055, uma BD sobre as alterações climáticas em Portugal com presença dos autores FIL e Bruno Pinto entre outros autores.

Este fim de semana é os convidados estrangeiros são os seguintes:

  • Alex Vieira, artista multimédia, criador e editor da revista Prego, autor do livro Quadrinhos, Arte Punk & Psicodelia, que reúne centenas de trabalhos realizados nos últimos dez anos. É um dos autores da patentes na eposição Galáxia XXI: o futuro da banda desenhada é agora.
  • María Gómez, artista que trabalha na EloísaCartonera – um cooperativa e editora argentina, formada por designers e escritores – desde 2004, como editora, designer de livros e colaboradora em geral. É uma dos autores da patentes na eposição Galáxia XXI: o futuro da banda desenhada é agora.
  • Olaf Ladousse é um autor que colabora na imprensa, revistas e fanzines como: Lapin, MomdoBrutto, Blood Orange, Nosotros Somos Los Muertos, Idioma y Diminuto, Hôpital Brut, Ajo Blanco. Publicou Equilicua, em linóleo pela Le Dernier Cri e Tarot du Mal Rollo (22 cartas de má sorte talhadas em linóleo e posteriormente serigrafadas pela Le Dernier Cri). É editor e autor do fanzine anual e colectivo ¡Que Suerte!, criou com três outros ilustradores de imprensa El Cartel, um cartaz/jornal gráfico auto-publicado, que é afixado na rua. É um dos autores da patentes na eposição Galáxia XXI: o futuro da banda desenhada é agora.
  • Matthias Picard foi um dos fundadores do colectivo Troglodyte e participou no fanzine Escquillettes e no webzine Numo.fr. Vencedor de vários concursos (Angoulême, Lausanne), Matthias também contribui para a renovação da Mon Lapin, a revista de l’Association, com uma história chamada Jeanine, mais tarde publicada em álbum pela l’Association. Em outubro de 2012, publicou (em França) “Jim Curioso – Viagem ao coração do oceano” que foi editado este ano pela Polvo e que está em exposição no festival.

 

Actualização: Pequeno esclarecimento sobre a presença dos autores estrangeiros: Alex Vieira e Olaf Ladousse vão estar presentes nos dois dias para sessões de autógrafos. Matthias Picard só estará sábado no Festival e hoje à noite na inauguração. María Gómez, não dá autógrafos, uma vez que é representante do colectivo Eloísa Cartonera, e vai é estar a dar uma oficina – “Cartão com Vida”.

No domingo dia, 26 de Outubro João Mascarenhas vai  deverá ter a companhias dos autores angolanos que colaboram no BDLP: Lindomar Sousa, Olímpio Sousa, Altino Chindele, Nelo Tumbula, Júlio Pinto, Carnot Júnior e Tché Gourgel.

Vão estar inumeros autores nacionais presentes (que podem ser confirmados em detalhe na página da agenda do aCalopsia dedicada ao AmadoraBD) sendo que a grande surpresa é a presença de Jorge Machado-Dias, naquela que considera ser a “actual Mostra [institucional, da Câmara Municipal da Amadora] de BD na Amadora (não já um Festival, desde 2009, em que passou a intitular-se simplesmente AmadoraBD, como temos vindo a constatar há alguns anos).”

Contudo apesar de a PedraNoCharco não ter Stand Machado-Dias não só vai estar a dar autógrafos como já anunciou o “RELANÇAMENTO DE “AS AVENTURAS DE PAIO PERES” Vols. 1 e 2 – DEZANOVE ANOS DEPOIS – NO 25º AMADORABD 2014”, na realidade o relançamento consiste em serem colocadas à venda umas centenas de exemplares dos dois volumes de Paio Peres – editados em 1997 – que estavam “perdidos” no armazém do ex-sócio de Machado-Dias. Os álbuns irão estar à venda na “livraria comum (Dr. Kartoon)”.

Enquanto dá autografos Machado-Dias ainda deverá ter tempo de explanar as suas ideias para a “refundação” do AmadoraBD.

Só existirá uma “refundação” possível no próprio Amadora BD: é que aquilo volte a ser um autêntico FESTIVAL (com a vertente FESTA em destaque), tal como foi nos seus primeiros 10 anos!!! Nos últimos 15 anos o FIBDA (que se transformou em AmadoraBD em 2009) veio aumentando os tiques de um novo riquismo, que se revelou fatal, destruindo a imagem característica da Festa no Festival – refinando a apresentação de exposições como se de um núcleo museológico se tratasse e destruindo completamente a parte que mais interessa na BD, a componente comercial – que este ano, segundo creio, será reduzida à sua mais ínfima expressão (mas pode ser que me engane, claro), onde nem sequer os fanzines estarão representados…

Mas o AmadoraBD não se cinge, como é habitual, ao Fórum Luís de Camões.

Sexta-Feira às às 18 horas é a inauguração da exposição Portugueses na Grande Guerra, Homenagem a Carlos Baptista Mendes na Galeria dos Paços do Concelho da Câmara Municipal da Amadora.

O AmadoraCartoon 2014 inaugura no dia 25 de Outubro às 17 horas na Galeria Municipal Artur Bual.

É também no sábado que é inaugurada, às 19 horas, no CNDBI a badalada exposição dedicada aos 70 anos de carreira de José Ruy. A retrospectiva José Ruy, A Arte e o Ofício da BD foi um dos pontos de destaque do AmadoraBD quer do Público quer do programa Há Tarde, da RTP1 apresentado por Herman José e Vanessa Oliveira.

Convém relembrar que continuam em exibição as exposições paralelas Pior Banda do Mundo (de José Carlos Fernandes) na Mouraria, Roque Gameiro: retorno à Casa da Venteira – exposição Comemorativa dos 150 anos do nascimento do aguarelista – na casa Roque Gameiro e Des Lignes du Front / Frontlinien no Goëthe – Instituto Alemão. E como este ano o AmadoraBD se estende até Almada, à Casa da Cerca, temos no sábado (e nos dias 1, 8 e 9 de Novembro) Masterclass de Bandas Desenhadas – Percursos entre Margens com o formador Nuno Saraiva.

A exposição Blanca Rosita Barcelona, de Miguel Gallardo, na Escola Superior de Teatro e Cinema inaugura só no dia 28 de Outubro, contudo fica já aqui a indicação.

É o “começo” da celebração dos 25 anos do AmadoraBD que já foi Salão e FIBDA (Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora).

Tags from the story
, ,
Written By
More from Bruno Campos

Hora de Aventuras — Volume 4

  Uma “Mano-ventura na masmorra”, onde Jake, o cão, Finn, o humano...
Read More

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *