Naruto Vol. 12: Voo para a Liberdade, Masashi Kishimoto

Em Naruto Vol. 12: Voo para a Liberdade, de Masashi Kishimoto, o antecipado confronto entre Neji e Uzumaki não se limita à habitual temática do génio Vs vontade, como é usual num mangá shonen.

No primeiro combate das finais do Exame Chunin, ficamos a entender a origem do desprezo que Neji nutre por aqueles que tentam mudar o destino. Assim como, descobrimos o lado obscuro do clã Hyuga, uma herança de ódio entre o ramo principal e secundário da família. Estas revelações expõem Neji como uma personagem mais emotiva e complexa do que até então fora demonstrado.

No que diz respeito a Naruto, o combate acaba por ser apenas mais uma oportunidade exibir a sua típica perseverança e capacidade de mudar o coração dos rivais, num tom mais sério do que as habituais tropelias do “ninja mais imprevisível”.

Ainda dizendo respeito a este primeiro combate, mas relacionado com a parte editorial, existe uma agradável surpresa: a editora conservou o aspecto original do símbolo na testa de Neji. Representado por um manji, o Hyuga Soke no Juinjutsu, o selo que permite o domínio do ramo principal do clã Hyuga ao secundário, tem vindo a ser alvo de pequenas “operações cosméticas”, para não dizer censura, em certas edições. Embora fãs do género estejam habituados a ver o símbolo em questão e saibam da sua ligação tradicional com diversas religiões asiáticas, como o budismo e o hinduísmo, a sua semelhança à suástica Nazi tem levado certos editores a alterarem-na para um simples “X”, para evitar associações indesejada. O caso mais conhecido desta adulteração verificou-se na animé. Neste caso, a Devir optou pela decisão mais sensata e simples de apenas acrescentar uma nota de rodapé, onde indica a ligação do símbolo ao budismo.

No terço final, no meio de uma tensão palpável que nada de bom antevê para o volume seguinte, uma série de eventos antecipam o combate entre Temari e Shikamaru. Este é o confronto que cimenta a transformação de Shikamaru de uma personagem semi-insignificante e frequentemente subestimada para uma das personagens mais populares da série. Percebemos que ele não é apenas um ninja fraco e preguiçoso, antes um génio com um QI acima de 200, um estratega com iguais doses de sangue frio, paciência e sensatez. Estes talentos e a sua participação em pontos chaves em volumes subsequentes, faz dele uma das personagens consistentemente mais populares. Apesar de oficialmente nunca ter alcançado uma posição mais alta que o 4º lugar nas Naruto Character Popularity Polls, tem-se mantido sempre em postos altos.

Não apostando exclusivamente em balançar apenas acção e humor, como aconteceu em certos volumes anteriores, Voo para a liberdade dá-nos uma maior carga emotiva ao aprofundar as personagens e o seu passado.

n12

Naruto Vol.12

Voo para a Liberdade

Masashi Kishimoto
Devir
188 páginas
PVP: 9,99€

Tags from the story
, , ,
Written By
More from Vitor Frazão

Kenshin – O Samurai Errante Vol. 2, Nobuhiro Watsuki

Antes do intenso confronto entre Kenshin e o misterioso assassino, o 2º...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *