Marvel da Panini Brasil em Junho de 2014

Em Junho começam a chegar a Portugal alguns títulos editados pela Panini Brasil que publicam histórias que já foram editadas em edições portuguesas da Marvel, apesar de títulos como Os Vingadores apresentarem (quase) as mesmas séries o modo de publicação difere em alguns pontos.

De salientar que no Brasil a Panini utiliza o termo Nova Marvel que é o equivalente ao “português” Marvel Now.

HOMEM-ARANHA Nº142

Revista mensal, formato americano.
68 páginas, 2,40 €.

Sinopse: Determinado a acabar com o supervilão usando seu nome, o Duende Macabro original, Roderick Kingsley, ataca Phil Urich com tudo, e no meio dessa guerra de duendes Peter Parker acabou servindo de vítima para atrair… o Homem-Aranha!
E Otto Octavius está prestes a morrer, mas o seu último grande plano vai mudar a vida de Peter Parker para sempre!

Republica: Amazing Spider-Man 696 e 698.

Nota: Amazing Spiderman 698 foi editado na edição portuguesa Homem-Aranha Superior #0: Último Desejo, que também publicava as edições 699 e 700 que no Brasil são publicadas na revista Homem-Aranha nº143

UNIVERSO MARVEL nº40

Revista mensal, formato americano.
172 páginas, 8,00€.

Sinopse:Enquanto o Incrível Hulk enfrenta um exército de homens-fera reunido pelo Dr. Destino, Banner enfrenta o terrível Vegetal em sua própria mente! Após um ataque frustrado ao Quarteto Fantástico, o Mago é capturado e tenta seduzir um dos mais brilhantes alunos da Fundação Futuro, seu jovem clone, Bentley!

Republica: The Incredible Hulk 14-15; Fantastic Four 609-611; FF 21-23.

OS VINGADORES nº01

Revista mensal, formato americano.
68 páginas, 2,40€.

Sinopse: Os Heróis Mais Poderosos da Terra estreiam na Nova Marvel com força total! Já nesta primeira edição, Tony Stark e Steve Rogers decidem que, para proteger o mundo adequadamente das inúmeras ameaças que o afligem, os Vingadores precisam ampliar suas fileiras… e muito! Novos Vingadores: uma situação desesperadora leva o Pantera Negra a tomar uma decisão que ele sempre considerou impensável – convocar os Illuminati!

Republica: Avengers 1 e 2; New Avengers 1.

Nota: A edição Brasileira de Vingadores apesar se publicar os títulos “Avengers” e “New Avengers”, à semelhança da edição portuguesa,  no entanto publica os dois títulos em simultâneo enquanto por cá eles se tem vindo a revezar nas páginas da revista.

X-MEN nº142

Revista mensal, formato americano.
128 páginas, 3,60€.

Sinopse: A equipe de Ororo rastreia o material genético desaparecido dos protomutantes e precisa se infiltrar num culto que idolatra a evolução física… usando DNA de mutantes!

E Tempestade encontra um protomutante original vivo, mas essa descoberta leva a conflitos e desentendimentos que podem acabar com a sua equipe e até mesmo com a vida de um dos X-Men!

Republica: X-Men 34 a 37 e X-Men 40 e 41.

WOLVERINE nº105

Revista mensal, formato americano.
68 páginas; 2,40€ .

Sinopse: Enquanto os heróis estão todos enfrentando Ciclope e todo o poder da Fênix, na Escola Jean Grey para Estudos Avançados, a diretora Kitty Pryde resolve promover um baile de final de ano. O que ela não imagina é que existe um traidor entre os alunos trabalhando para o Clube do Inferno! E ainda, Wolverine e a volta de Romulus e as revelações sobre a morte e a volta de Dentes-de-Sabre!)

Republica: Wolverine 310 e 311, Wolverine and the X-Men 18.

Autor, editor, procrastinador profissional e irresponsável mor.

10 Comments

    1. Para mim fazia mais sentido distribuírem as revistas que publicam histórias que não são publicadas em Portugal, ou que só estão nos planos para edições especiais…

      O lado positivo é que quem não apanhou os primeiros números das edições portuguesas, pode ir pondo a leitura em dia com as edições brasileiras…

  1. Pois. Wolverine, Universo Marvel, X-Men Extra, Teia do Homem-Aranha Superior e Avante Vingadores deveriam chegar cá, eu detrimento dalgumas que deixariam de ser cá distribuídas.

    Há outro lado positivo da saída repetida de material em brasileiro – o de salvaguardar as coleções para o caso da Panini Espanha cancelar as publicações portuguesas.

    1. Creio que esse é principal motivo: um possível cancelamento das edições portuguesas, agora que para quem compra Marvel vai ser um quebra-cabeças vai, que a maneira como as edições brasileiras e portuguesas estão organizadas de maneiras distintas… e vai haver material duplicado e outro que é inédito… por cá.

  2. Vai ser uma confusão.Com os repetidos.Devia eram enviar tpbs e paninis ineditos isso sim espandia a linha brasil.Mas já pensam em cancelar as ediçoes nacionais nem 1 ano durou!!!???

    1. Que eu tenha conhecimento ninguem pensa em cancelar nada.

      Estávamos era a comentar que o manter as edições brasileiras e portuguesas seria para prevenir uma situação em que as edições portuguesas pudessem ser canceladas.. por agora parece que pelo menos até ao final do ano já está tudo alinhavado para continuar a ser editado conforme foi divulgado no artigo sobre o plano editorial da Panini para Portugal.

  3. Mas mesmo assim não tem nada a ver essas revistas tipo Vingadores e Aranha e X-men Brasil só vão criar confusão ou a panini pensa que vai vender 2 vezes o mesmo e com papel pior e mix.Se cancelar as mensais portuguesas bastava trocar os titulos cancelados pelos mesmo do brasil até esse numero ate já foi feito antes com Aranha 2099.E Se queriam vender Vingadores este mes porque não enviaram este inédito: http://www.vortexcultural.com.br/images/2013/12/Avante-Vingadores-Nova-Marvel-n%C2%BA-001.jpg

    e se for mesmo cancelado como ficam titulos que saiam em tpb e revistas mix no Brasil tipo Uncanny Avengers ou Iron Man etc

  4. Tendo em atenção o que aqui foi escrito pelo Bruno Campos, parece que não há hipótese de conseguir comprar números atrasados das edições nacionais… Falhei os três primeiros números das edições portuguesas (mais o zero do Homem-Aranha) e também a Vingadores-X. Alguém sabe se é possível consegui-los ou aconselham-me a comprar as edições brasileiras (mais ou menos) correspondentes?

    É pena se tiver de comprar as edições brasileiras, porque o trabalho editorial português (com excelentes textos de contextualização e uma muito melhor organização da ordem de leitura das “issues”) merece o meu aplauso e a minha valorização e o papel/qualidade de impressão das brasileiras torna os comics mais escuros por vezes ilegíveis.

Deixar uma resposta

Show Buttons
Hide Buttons