IberAnime despede-se da Sala Tejo

Terminou no domingo, 10 de Maio, a o IberAnime LX2015 com o anúncio que em 2016 o evento irá realizar-se na Mea Arena, a sala principal do Pavilhão Atlântico com uma lotação de 40/50 mil pessoas.

Apesar de a organização não esperar levar 40 mil pessoas até à Meo Arena, pretende duplicar o número de visitantes do evento, contando ter cerca de 20 mil pessoas na edição de 2016. É um facto que vem confirmar o IberAnime como o maior evento de cultura pop Asiática em Portugal, isto apesar de o evento ser mais do que só um evento de anime, mangá e cosplay.

IMG_0039

IMG_0166
Este ano diversificou a sua oferta como o espaço IA!Plus, organizado em parceria com a Kingpin Books, tendo levado até ao IberAnime autores nacionais que trabalham em Portugal e nos EUA como André Lima Araújo, Jorge Coelho, Joana Afonso, Carlos Pedro ou André Pereira, por exemplo. Foi também o IA!Plus que decorreu o espectáculo “X-Men: The Zombie Protocols”, escrito por Mário Freitas que também deu voz a todas as personagens e utilizando programas de modelação de voz, o que causou um pequeno equívoco neste escriba que atribui a voz de Magneto a David Soares.

A grande estrela do dia foi o japonês Hiroshi Kitadani, o cantor dos temas de abertura One Piece, “We Are” e “We Go”, e do tema de encerramento do Daigunder, “We Are the Heroes”,  levou ao rubro os visitantes que lotavam o recinto. Contudo esse facto não impediu que o público ficasse de olhos em bico quando o Kitadani tentou interagir com ele em japonês, já que a generalidade só compreendia o nome das músicas ou das séries de anime a que elas pertenciam.

Os bilhetes para o dia de sábado esgotaram, contudo a afluência no domingo também foi significativa. Existia um efervescência e burburinho no piso zero da Sala Tejo que tornava quase impossível conversar-se. Contudo todo esse ruído se dissipava ao chegar-mos à área de Cultura Tradicional Japonesa, onde imperava a calma. Não por ausência de público, mas por redução brutal do ruído nesta área em contraste com as restante, era neste espaça que se encontrava da Embaixada Japonesa em Portugal, origami, bonsais e reiki, entre outras bancas mais “tradicionais”.

Era o reflexo de um evento multifacetado com áreas, espaços e filosofias distintos que permitam uma oferta alargada de actividades para públicos diferentes.

IMG_0138 IMG_0136 IMG_0135Entre as diversas actividades promovidas este ano, pelo IberAnime,  encontravam-se o concurso de cartaz, cuja vencedora foi Raquel Coelho de Setúbal; o Concurso de Mangá que teve como vencedor Rafael Henriques. No campeoonato Nacional de Mangá que decorreu durante o evento, César Cordeiro e Rúben Guerra foram os vencedores, tendo Ricardo Lopes ficado classificado em segundo lugar e Laura Fernandes em terceiro lugar.

Ana Isabel Santos e Irina Costa foram as vencedoras da eliminatória de World Cosplay Masters, a competição de cosplay internacional, cuja final irá decorrer no IberAnime Oporto 2015, em Outubro deste ano.

Esta edição do IberAnime terminou com o já habitual Para Para Dance, despedindo-se da Sala Tejo e marcando lugar na Meo Arena em 2016.

IMG_0091
Fotografia por Patrícia Baptista uma fotógrafa tendo começado por outro tipo de fotografia, tem vindo recentemente a tirar fotos nos eventos de anime e mangá. Podem seguir o seu trabalho na sua página de Facebook: FotografiaPBB.

Tags from the story
, ,
Written By
More from Bruno Campos

Faleceu Fernando Relvas (1954-2017)

Morreu um dos grandes nomes da Banda Desenhada Portuguesa.
Read More

3 Comments

  • Fui eu que dei a voz ao Magneto. E ao Xorn. E aos Zombies. E até à Phoenix, imagine-se (neste caso, porque foi impossível à Leonor fazer a gravação no dia combinado, por causa da fractura que a impediu de participar no skit). Os programas de modulação de voz fazem (alguns) milagres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *