Foi outra Espécie de Feira

Realizou-se no passado dia 29 de Março a segunda edição da Espécie de Feira, promovida pelo Imaviz Underground para dinamizar o um espaço comercial alternativo.

segunda espécie de feira

O Imaviz, um dos primeiros centros comerciais de Lisboa, inaugurado nos anos 70, é um bom cenário para um filme de ficção científica pós-apocalíptica. Lojas abandonadas, sinais de “vende-se”, notificações de mudança para outras localizações. Só no submundo do Imaviz Underground é que existe vida, uma vida que pretende estender-se ao outros pisos.

espécie de feira # 2, 29 de março de 2014 / concon: mariana marques (projecções) / jorge nunes (música)

Imaviz Underground é a designação da iniciativa que conseguiu a a ocupação total das lojas do andar de baixo, tendo recebido uma nomeação para os prémios da revista “Time Out” como “Novidade do ano” (de 2013). O conceito do Imaviz Underground tem como base lojas “alternativas” que têm à venda produtos que não é usual encontrar nas grandes superfícies.

Cartaz de Samuel PedrosaPara quem ainda se lembra dos tempos do Centro Comercial Portugália, é um pouco esse o espírito que se encontra presente agora no submundo do Imaviz, não sendo de estranhar encontrar por lá a Mongorhead, uma das lojas mais de BD Lisboetas mais antigas, que encontrou novo poiso no Imaviz após ter saído do Portugália, e de uma passagem pela Praça da Alegria, sendo que agora tem a companhia da novissíma El Pep Store & Gallery.

O Imaviz Underground tem o condão de reunir, no mesmo espaço, duas lojas de BD, que apesar de venderem o mesmo produto, BD, têm especificidades próprias e filosofias distintas. Porque se o produto é o mesmo: banda desenhada, o conteúdo difere.

A Mongorhead continua a ser um loja especializada em importação de BD, norte-americana em particular, enquanto a El Pep aposta nas edições mais independentes, em particular de autores portugueses. A designação dupla de Store & Gallery deve-se ao facto de estar a ocupar duas lojas, uma com a área de venda de livros e prints e outra com uma pequena galeria, onde está actualmente em exposição o trabalho de João Chambel. Para além disso a El Pep tem promovido alguns workshops e tem mais alguns planeados para o futuro próximo.

Damos oportunidade a que outras pessoas venham aproveitar e dinamizar o nosso espaço. – Cátia Nóbrega (“My Name is Muerte”)

A 2ª edição da Espécie de Feira, que decorreu no passado dia 29 de Março, foi uma iniciativa que pretende dinamizar o Imaviz Underground e dar motivos para o público ir visitar o espaço que estava quase devoluto. Contudo, não é só de compradores que o Imaviz precisa…

Houve pessoas que vieram participar na feira e que ficaram interessadas em ter cá um negócio – Luís Lamelas (“Glam-o-rama”)

Para quem chega ao Imaviz pela entradas superiores, depara-se com o o panorama desolador que já tinha mencionado. Se não fosse o som da música, poderia-se pensar que nos tínhamos enganado na morada, mas aos poucos o Imaviz ia revelando sinais de vida, e no piso inferior o ambiente era mais acolhedor. Não deixa é de ser irónico que com tanto espaço vazio houvessem bancas nos corredores, mas esse é um detalhe que tem mais a ver com o(s) proprietário(s) do(s) espaços do que com os organizadores da Espécie de Feira.

Em termos globais, é uma iniciativa interessante e uma solução para um espaço (quase) devoluto que permite (em teoria) a criação de um espaço cultural (e comercial) alternativo, contudo ainda só está a dar os primeiro passos, embora na direcção correcta.

[hr] Imaviz Underground: Centro Comercial Imaviz, Av. Fontes Pereira de Melo nº 35 – metro Picoas
Fotos: via Facebook do Imaviz Underground
Written By
More from Bruno Campos

Um pequeno balanço de 2017

Terminou um ano que foi pelo menos, aparentemente, um bom ano para...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *