CWM. As cosplayers que vieram do Leste

Shappi e Elena Tarasenko foram as escolhidas no eliminatória portuguesa do Cosplay World Masters, no domingo, no IberAnime LX2014
O que têm em comum Shappi e Elena Tarasenko? Ambas são cosplayers talentosas com raízes no Leste europeu (Shappi é polaca, Elena vem de Smolensk, na Rússia). Ambas levaram à eliminatória portuguesa do Cosplay World Masters (CWM) personagens de videojogos – Elena vestiu a pele de um Barbarian, de Diablo III, Shappi de Battleborn Kayle de League of Legends. Melhor ainda, tanto uma como a outra foram seleccionadas para estarem na final.

Se provas faltavam sobre a importância desta eliminatória, integrada no IberanimeLx2014, bastou ver o alinhamento: muita qualidade e uma presença internacional em peso (para além das vencedoras, também o italiano Marco dal Castello interpretou um Sephiroth irrepreensível).

O palco principal do IberanimeLx2014 abriu com uma apresentação extra-concurso de Benjamin Hunt, vencedor da edição do ano passado do CWM em Sion, Suíça, onde mostrou a personagem que lhe deu a vitoria, Falk U. Rognar, de Five Star Stories. Com somente sete concorrentes, seguiu-se um desfilar de bons talentos tanto na interpretação da personagem como nos próprios fatos – Aliás, Shappi marcou presença no IberanimeLx2014 também como formadora num workshop onde ensinou a trabalhar com Worbla, o material com que fabricou a armadura de Battleborn Kayle.

Sakura Hime (Tsubasa Reservoir Chronicle), Elena como Barbarian (Diablo III) que repetiu a apresentação no final, já que a primeira foi interrompida, Henrique Correia (Hazama de BlazBlue), Marco dal Castello (Sephiroth, de Final Fantasy VII: Advent Children), Marta Antunes (Simon Blackquill de Ace Attorney), Miguel Silva (Tetsuo de Akira) e Shappi (Battleborn Kayle de League of Legends). Foram estes os concorrentes da eliminatória – com um padrão que se repete…

Quatro em sete concorrentes, mais de metade portanto, escolheram personagens de videojogos. Especulando um pouco, talvez isso se deva ao facto de haver um maior público em videojogos (não só single player, como Ace Attorney ou Final Fantasy VII, mas também Massive Multiplayer Online, como League of Legends e Diablo III) que em anime ou manga (que em potuguês é editada por uma única editora – Devir), ou por outras razões? Fica aberta a discussão…

 

Written By
More from Sara Pereira

Ideia Fixa: Sara-a-Dias foi trocada à nascença?

A minha mãe achava que eu tinha sido trocada. Melhor, achava que...
Read More

4 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *