Às Quintas Falamos de BD – 85 anos de Tintin

Hoje, dia 27 Fevereiro, às 21h00, realiza-se mais um encontro Às Quintas Falamos de BD, desta vez para comemorar os 85 anos de Tintin.

Na primeira tertúlia do ano, a palavra é dada a António Monteiro, do grupo “Amigos de Hergé Portugueses”, e a João Mascarenhas, autor de BD, Para encetarem a conversa em torno deste herói de papel e da sua estreita relação com Portugal e a revista Papagaio, onde as aventuras de Tintin foram pela primeira vez, em 1936, escritas numa outra língua, que não o francês, e apresentadas a cores.

Para este encontro será ainda preparada uma pequena mostra sobre Tintin na Lua, com peças tridimensionais (bonecos e jogos), documentação (livros e revistas) e iconografia (cartazes e ilustrações) dos anos 40 à atualidade, com material gentilmente cedido pelo autor João Mascarenhas.

web-frente

Criado por Hergé (Georges Rémi), Tintin nasceu em 1º de janeiro de 1929, no Petit
Vingtième, suplemento infantil do jornal belga Vingtième. Acompanhado desde o
primeiro número por Milu, a ele se juntariam os irmãos Dupond e Dupont, o professor Tournesol, e o generoso e rude capitão Haddhock.

Em Portugal surgiu alguns anos mais tarde, em 1936, com o nome de Tim-Tim, no Papagaio. E foi nesta revista que as aventuras de Tintin foram, pela primeira vez, escritas numa outra língua que não o francês e apresentadas com cor. A amizade que unia Müller e Hergé permitiu a impressão em quadricromia que tanto cativou os pequenos leitores de O Papagaio, seis anos antes do primeiro álbum a cores, A Estrela Misteriosa, ter sido publicado pela Casterman.

Mais tarde, em junho de 1968, foi a vez da Editora Bertrand criar uma revista de nome Tintin, que publicou durante mais de 14 anos, até outubro de 1982.

A fama deste herói correu mundo, como ele próprio e as suas reportagens.

Publicaram-se livros realizaram-se filmes, criaram-se todo o tipo de objetos e brinquedos e, até mesmo, um museu foi criado em 2009, na Bélgica, para preservar os seus desenhos e as suas histórias e perpetuar a sua memória.

web-verso

Autor, editor, procrastinador profissional e irresponsável mor.

Deixar uma resposta

Show Buttons
Hide Buttons