A revista de BD dos Simpsons em Portugal

Chega amanhã a Portugal a revista de BD da popular série de animação criada por Matt Groening. Simpson Comics é a nova revista mensal da Goody.

Simpsons-Comics-The-Collector-detail

Após ter lançado na semana passada Real Life a Goody continua a expandir a sua linha de banda desenhada para além das revistas do Tio Patinhas e outras personagens clássicas da Disney. A sua nova aposta é o primeira série que não está ligada aos estúdios Disney: Os Simpsons, de Matt Groening.

A partir de quarta-feira, dia 30 de Abril, vai estar disponível nas bancas nacionais a revista de BD “Simpson Comics”, em português, com histórias completas e inéditas.

simpsons capa_rA BD tem estado sempre presente na série “Os Simpsons” quase desde o inicio dela, seja através do “comic book guy” ou de Radioctive Man (Homem Radioactivo) personagem de BD ficcional, herói de BD favorito de Bart Simpson, que viria a saltar do ecrã para a BD através da Bongo, seguindo as pisadas da popular série.

Em 1991 a Welsh Publishing Company, começou a editar a revista Simpsons Illustrated, uma publicação dedicada à popular série de animação, com artigos e entrevistas com o elenco e a equipe, os diagramas de casas de sonho dos principais personagens e arte dos fãs, entre outras rubricas. Foi nessa publicação que surgiram as primeiras histórias de BD dos Simpsons.

A popularidade da histórias originou a edição de uma edição especial intitulada Simpsons Comics and Stories, cujo sucesso levou Matt Groening, e seus companheiros Bill Morrison , Mike Rote , Steve Vance e Cindy Vance a criar a editora Bongo Comics, foi o culminar da paixão de uma vida por boa BD.

No editorial do primeiro número da edição americana de Simpsons Comics, Matt Groening manifestou o revelou que pretendiam ver se conseguiam fazer as “coisas deles”, realizando as melhores história de que eram capazes, com “boa arte (embora enganadoramente simples) e com bastantes gargalhadas, que é algo que parece raro nos comics hoje em dia”. Foram declarações proferida numa altura em que o mercado norte-americano era dominado por edições hiper-violentas e sangrentas, um estilo que ficou conhecido pela denominação de “grim and gritty”.

A Bongo começou por publicar 4 títulos, em 1993: Simpsons Comics , Bartman , Radioactive Man e Itchy & Scratch Comics, alguns títulos seriam depois cancelado e substítuidos por outras revistas como: Futurama Comics, Krusty Comics, Lisa Comics, Bart Simpson, Bartman, The Simpsons’s Treehouse of Horror e Simpsons Illustrated. A revista onde os personagens nasceram para a banda desenhada terminou em 1993, mas em 2012 a Bongo lançou uma nova revista de BD com esse nome, Simpsons Illustrated.

Ao longo dos anos as histórias de BD tem sido publicadas em diversos países, chegando agora, finalmente, a Portugal pela mão da Goody.

simpsons-FamilyA edição portuguesa da revista mensal Simpsons Comics tem 64 páginas, o formato de 19,5 cm x 28,5 cm, um PVP de 2,5€ e uma tiragem de 20.000 exemplares. O primeiro número republica as histórias das edições norte americanas de Simpson Comics nº01 e nº02.

Por enquanto, a Goody só planeia republicar histórias da edição americana de Simpson Comics, mas sempre que existirem crossovers, vão ser publicadas “arco de histórias” completo independentemente das revistas em que foram editadas nos EUA. Por exemplo, o crossover “When Bongos Collide” que saiu nas revistas Simpsons Comics, Itchy & Scratchy e Bartman, irá ser publicada na íntegra. Contudo serão situações pontuais.

A série televisiva costuma recompensar os telespectadores, que prestam atenção, com pequenos detalhes como o famoso genérico inicial onde vão paulatinamente surgindo pequenas mudanças ou, outros detalhes que por vezes só são perceptíveis parando a imagem.

Na BD, aplica-se o mesmo principio, com as revistas terem referências ao universo dos comics norte-americanos, assim como a outros elementos da cultura pop. Podem ser pequenas homenagens com géneros clássicos, elementos de desing ou a própria estrutura utlilizado por autores conceituados. No primeiro número da revistas estão visiveis algumas homenagens, como na capa, uma referência à à mitica “Fantastic Four” Nº01, de Stan Lee e Jack Kirby que marcou o início do Marvel Comics como é conhecido na actualidade. Assim como as capas “interiores” da histórias “O Colecionador” e “Romance Fatídico” são homenagens, paródias, às revistas de BD de terror e de romance de meados do século XX.

As histórias do primeiro número da edição portuguesa

O criador Matt Groening assina a capa de Simpsons Comics, em parceria com Bill Morrison, e supervisiona esta esta publicação com o esperado humor irreverente e ácido que popularizou as personagens. O argumento e arte está entregue a diversos colaboradores de Groening.
“Homer, O Colosso”

Mr. Burns tenta desenvolver um raio rejuvenescedor, mas, em vez de reaver a sua juventude, transforma Homer num gigante à solta em Springfield.

Argumento: Cindy Vance e Steve Vance
Desenho: Steve Vance
Arte-final: Tim Bavington e Bill Morrison
Cor: Cindy Vance

“Bart, O Presidiário”

Os actos de vandalismo de Bart vão levá-lo a encontrar um velho inimigo.

Argumento: Cindy Vance e Steve Vance
Desenho: Steve Vance
Arte-Final: Bill Morrison
Cor: Cindy Vance

“O Colecionador”

Os corações vão gelar com um história saída da imaginação tortuosa de… Bart Simpson.

Argumento: Steve Vance
Desenho: Sondra Roy e Steve Vance
Arte-Final: Bill Morrison
Cor: Cindy Vance

“Romance Fatídico”

Uma história sórdida e embaraçosa entre Selma e Homer!

Argumento: Bill Morrison
Desenho: Bill Morrison
Arte-Final: Tim Bavington
Cor: Cindy Vance

Simpsons Comics é mais uma aposta, forte, da Goody S.A. no mercado da BD. Editora líder em publicações especializadas, a Goody publica para o segmento masculino a TopGear, T3, O Mundo Da Fotografia Digital, a BGamer, a Empire e QuatroQuatroDois. No segmento de saúde/puericultura as revistas A Nossa Gravidez, O Nosso Bebé e a revista oficial da APDP – Diabetes.

simpsons-LisaNo segmento infanto-juvenil edita as revistas Carros, Princesas, Violetta e Mega Power. Contudo a editora é mais conhecida, dos leitores de BD, por editar as tradicionais histórias do Tio Patinhas e de outras personagens da Disney na revista semanal Comix, nas mensais Hiper e Minnie & Friends, para além de edições especiais como Double Duck ou Big.

Na semana passada a editora lançou um revista de BD Real Life, uma revista da Disney, direccionada ao público feminino adolescente, , onde a narrativa é vivida também no mundo digital. Com Simpson Comics a editora volta a diversificar a sua linha, procurando novos públicos e apostando forte, não só a tiragem é elevada para o mercado nacional: 20 000 exemplares, como é apoiada por uma campanha forte campanha publicitária que não é usual em edições de BD.

A campanha de comunicação para divulgação da revista inclui spots de TV nos canais FOX (que transmite a série de animação “Os Simpsons”) e FX, campanha online com Google Adwords e Facebook Ad direcionando para o mini-site http://www.goody.pt/bdsimpsons. O site só estará disponível a partir do próximo dia 30 de Abril, e vai ter história inédita foi criada especificamente para o lançamento da edição portuguesa de Simpsons Comics.

É mais uma aposta forte da Goody, que parece determinada em provar que existe um público que compra BD nas bancas.
Nota do editor: As informações mais recentes sobre a revista são arquivadas na etiqueta Simpsons Comics.

Tags from the story
, ,
Written By
More from Bruno Campos

Sérgio Godinho vira herói de BD em O Elixir da Eterna Juventude

O jornal Público estreia-se na co-edição de BD inédita de autores portugueses...
Read More

6 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *